Posts in "viagem"

Água Grande • Parte 2

Compras, compras e mais compras…

Depois que passamos em Foz do Iguaçu/PR, decidimos ir até Ciudad Del Leste no Paraguay – A cidade das compras.

Shopping del este, nossa primeira parada….

É tudo muito barato! Tem de TUDO o que você possa imaginar!!!
Vai desde eletrônicos, MAQUIAGENS, roupas, brinquedos, comida, bebida, utensílio doméstico e etc.

Saímos do shopping Del Este e fomos a Casa Americana e andamos um pouquinho pelas ruas.
A infraestrutura da cidade é bem ruim, muito lixo nas ruas, não tem muitas opções de restaurantes, tem bastante camelôs pelas calçadas, mas ninguém se importa com isso. O povo só pensa em COMPRAR.

Rua Ciudad del leste

Cá pra nós, a parte mais interessante realmente são as compras. Compramos na Casa Nippon (relógio/brinquedo, chocolate), Casa Americana ( Alfajor Havanna, Pringles) e na loja VIP (Blush Milani, Esmaltes, sombra e Batom Revlon, Victoria Secret).

Meus olhinhos brilhavam com tanta opção de maquiagem, comprei o famoso blush da Milani que eu desejava desde que a Marina 2Beauty fez a resenha. Deveria ter comprado mais coisa da Milani, gostei muito do blush.

Foto das comprinhas, (não deu pra tirar foto de tudo, porque o que era presente já foi entregue)

Segunda parada para compras: Duty Free Shop Puerto Iguazú.
Tem muita coisa boa e barata em um mesmo lugar. A vontade era comprar tudo na parte de makes.

Paraíso das compras…rsrs

Na parte de maquiagem tem muita coisa da L’Oreal, tem muita marca, a única que sentimos falta foi da MAC, essa não tem.

Comprei mais coisa mas era presente, essas compras foram pra minha pessoa…rsrs

 
No resumo, leve “BASTANTE” dinheiro pra poder gastar a vontade!!!

Láh os produtos estão em dólares, mas tanto no Paraguai como na Argentina eles aceitam o Real como forma de pagamento. Lembrando que no Paraguai o câmbio é mais vantajoso. Antes de embarcar, troquei o dólar em SP  $ 1,94 e lá era $ 1,83.

Informações, dicas de algum produto ou compra deixe nos comentários…

Boas compras e divirtam-se!

bjos
Lívia e Lidiani

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Água Grande • Parte 1

Cataras do Iguaçu – lado brasileiro

Não é a toa que Cataratas do Iguaçu concorreu ao concurso das Novas Sete Maravilhas do mundo.

No último feriado de páscoa, Lívia e eu decidimo conhecer de pertinho essa maravilha e vamos tentar resumir a experiência que vivenciamos em dois posts (terça – Parte 1 e quarta – Parte 2).

Pra quem não sabe, Iguaçu é uma palavra de origem tupi-guarani e significa ÁGUA GRANDE.

Vista das quedas d’águas.

PASSEIO DE BARCO

Graças a um passeio de barco que a Macuco Safari, oferece no valor de R$ 140,00, pudemos conferir de pertinho a queda d’água das cataratas. Sim! Bem Caro! Mas é o “tipo” de passeio que vale muito a pena.

A caminhada até o cais onde sai os barcos é um pouco cansativa, portanto vá com roupas leves e com um calçado confortável, pois tem vários degraus e trilhas. Não esqueça da garrafinha d’água!

 Eu e Lívia prontas para o banho.

Dicas para esse passeio:

  • Vá de traje de banho (toalhas, bikinis, chinelos), você vai se molhar;
  • Leve sacolas plásticas para guardar as máquinas fotográficas e filmadoras;
  • Comprar capas de chuva é furada, o barco passa muito próximo das quedas d’águas e não tem como se proteger da água;
  • Evite sentar na “ponta” do barco, o banho é maior;
  • Vá em épocas de bastante calor, a água é gelada;
  • Extravasse, libere toda adrenalina, pois o passeio é muito rápido (aproximadamente 25 minutos);

Pelo caminho é comum encontrar os quatis e as borboletas. Lembre-se: Não vale alimentá-los e nem acaraciá-los. Depois do passeio de barco, da caminhada e tanta água é impressionante como ficamos relaxadas, chega dá uma moleza.

Quati descansando e os turistas aproveitando pra fotografar.
Pausa para uma foto!

GARGANTA DO DIABO
A Caminhada na trilha e na passarela é um pouco puxada, alguns degraus e subidas, mas dá pra fazer o percurso tranquilamente.

                                       Observem a quantidade de turista para chegar até a garganta do diabo

FAUNA E FLORA

Quem vai a Foz e pensa que o único passeio é visitar as Cataratas, está enganado, outro passeio imperdível é o Parque das Aves, Aprovamos.

Arara vermelha

Durante esse passeio podemos observar várias espécies de aves e repteis, tudo muito lindo, mas o mais interessante são os viveiros que podemos entrar e ficar bem perto das aves, podemos ser surpreendidos por uma arara ou tucano, voando bem pertinho.

Viveiro – Araras

Quando você pensa que acabou o passeio vem a maior surpresa, tirar uma foto com a arara azul em seu braço, pode parecer algo simples mas é uma sensação única.

O último passeio nem por isso o menos importante, a visita panorâmica a Usina Hidroelétrica Itaipu Binacional.

O passeio começa com um vídeo institucional onde podemos conhecer um pouco da história, depois passamos para o tour, onde conhecemos a barragem e toda a estrutura da usina.

Em um ponto do passeio chegamos em um mirante onde podemos observar toda barragem + os vertedouros, é muito grande e belo, a paisagem vale muito a pena.

O Passeio dura +ou- 1h30min, durante esse percurso temos duas paradas onde podemos descer, tirar foto e aproveitar a paisagem durante alguns minutinhos, mas mesmo dentro do ônibus a paisagem muda a todo momento por isso fique atento.

Vertedouro visto de cima

 Esse passeio é muito interessante para conhecer a história de Itaipu, dos funcionários e toda a estrutura, vale muito a pena. 

Se forem visitar Foz, não deixem de fazer os passeios. 

Sites com mais informações: 
Parque Nacional Cataratas do Iguaçu: www.cataratasdoiguacu.com.br
Parque das Aves: www.parquedasaves.com.br
Itaipu Binacional: www.itaipu.gov.br


Alguma dúvida ou dica mais especifica, só escrever nos comentários que respondemos. Amanhã temos a segunda parte do post com muitas informações de compras.


Beijos, 
Lidiani e Lívia 


PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Aqui perto

Dja e Zezé no final da trilha dos Arenitos, no Parque Estadual de Vila Velha (foto: Lídia Gomes)

Neste sábado que passou saí de Curitiba para conhecer o Parque Estadual de Vila Velha ou Itacueretaba (do Tupi, “cidade perdida de Pedra). Um trajeto de apenas 90,2km (segundo o Google Maps), 1 hora e pouco de viagem.

Realmente, uma linda surpresa!

Acompanhada de meus pais, do maridão e de um maravilhoso dia de sol, pude conferir uma das mais belas paisagens que já visitei. Infelizmente as imagens que registrei não mostram o quão impressionante é o lugar. Nem sei se algum fotógrafo conseguiria alcançar tal proeza.

É muito fácil chegar lá. Na estrada (BR-376, sentindo Curitiba – Ponto Grossa), a sinalização para o acesso ao parque é muito boa. Existem monitores que te auxiliam e explicam como tudo funciona.

Existem dois passeios disponíveis para os visitantes. A Trilha dos Arenitos e o passeio a Furnas e a Lagoa Dourada. Por causa do feriado o parque estava bem cheio e chegamos tarde para fazermos o passeio a Furnas e a Lagoa Dourada. Então, fomos para a Trilha dos Arenitos. Compramos os ingressos (10 reais por pessoa, e 1/2 entrada para idosos, estudantes, doadores de sangue do Estado do Paraná, e moradores de Ponta Grossa) e logo em seguida fomos assistir um vídeo que explica a origem da formação dos arenitos, a característica de cada passeio, e como o visitante deve se comportar para que o parque seja preservado.

E lá fomos nós.

O “Camelo”, no começo da trilha (Foto: Lídia Gomes)
Na trilha, temos que olhar para todos os lados pois a cada passo se criam novas paisagens (Foto: Lídia Gomes)

Detalhe da formação dos arenitos (Foto: Lídia Gomes)

Uma árvore no meio das pedras (Foto: Lídia Gomes)

Foto com meu pai, para termos uma referência da altura da coisa! (Foto: Lídia Gomes)

Haja coluna para tirar foto de lá de cima (Foto: Lídia Gomes)

Lá em cima… (Foto: Lídia Gomes)

…urubus fofinhos (Foto: Lídia Gomes)

Formação chamada de “Gorila” (Foto: Lídia Gomes)

Detalhe “Gorila” (Foto: Lídia Gomes)

A cada passo a posição da paisagem se altera e a foto muda (Foto: Lídia Gomes)

A trilha no meio das pedras (Foto: Lídia Gomes)

Detalhe da vegetação local (Foto: Lídia Gomes)

Detalhe da vegetação local (Foto: Lídia Gomes)

Formação chamada “Taça”, a ‘preciosa’ do parque (Foto: Lídia Gomes)

A Taça, papis e eu. (Foto: Visitantes simpáticos)

Para concluir, aqui vão algumas informações importantes:

  • A Trilha dos Arenitos tem vários degraus e obstáculos que impossibilitam o acesso de cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.
  • Saindo de Curitiba, não esqueça o dinheiro do pedágio. Que por sinal é caríssimo. Ida e volta R$ 29,60.
  • Vá com roupas e calçados confortáveis. Não deixe de levar uma garrafinha de água.
  •  Se quiserem ir ao passeio de Furnas e a Lagoa Dourada é bom chegar cedo, pois as vagas são bem concorridas.
  • Não deixe de levar sua câmera fotográfica, e na trilha olhe para todos os lados, inclusive para trás.

E chegando ao fim, a dica mais importante: conheça o que está ao seu redor. Não achei que me surpreenderia tanto com um parque “aqui perto”, e na verdade não fazia ideia do que me esperava.

Isso já me aconteceu anteriormente, na Praia de Coqueirinho, na Paraíba. Mas essa é uma outra história…

É isso,
Beijos para LL
Lídia :)

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

O que é que a baiana tinha?

Pedidos nas fitinhas amarradas no portão da Igreja do Senhor do Bonfim 

Nesse final de semana que passou montei uma sugestão de roteiro de viagem para meu padrinho. Destino: Salvador/BA.

Para quem ainda não sabe da história, sou uma paulista-paulistana, descendente de paraibanos, que saiu de São Paulo para morar em Salvador e depois de tantas mudanças, veio parar em Curitiba.

Foi bacana fazer esse roteiro, porque me lembrei de muitas coisas boas que a Bahia tem, e que eu como baiana, tinha! Então vamos lá:

Falcon, o pavão

Sim minha gente, no quintal da minha casa tinha um pavão. Se chamava Falcon e adorava comer ração de gatos Whiskas.

Iguana. Uma das várias que apareciam pelo quintal

E nesse momento vocês devem se perguntar: essa maluca morava na S-E-L-V-A? #NOT, morávamos uma área verde em Itapuã.

Fim de tarde em Itapuã

Passei muitas tardes em Itapuã vendo um maravilhoso pôr-do-sol.

Piscinas naturais na maré baixa

Tem gente que lê o horóscopo todos os dias. Outros checam a cotação do dólar ou coisas parecidas. Quando você mora em Salvador, não deixa de checar a tábua das marés. Na maré baixa, as piscinas naturais formadas entre os corais são fantásticas. O sol e a água transparente formam um dos mais belos cenários que eu já vi.

Picolé Capelinha

Farol da Barra

Não dá para ir à praia em Salvador e não experimentar um dos vários sabores do tradicional picolé Capelinha. Feito de fruta de verdade, é vendido no palito sem embalagem nenhuma. Meu sabor preferido é o de coco, sempre! :)

Outra coisa necessária é ir ao Farol da Barra. A vista para o mar é uma das mais incríveis da cidade. Vale a pena conferir as histórias dentro do Museu Náutico da Bahia no Forte de Santo Antônio da Barra, que abriga o farol.

Conceição do Almeida (clique e veja o mapa)

Conhecer as cidades mais afastadas do litoral também é um ótimo roteiro. Conceição do Almeida, Cachoeira (para comer a maniçoba) e Tucano (para visitar as Caldas do Jorro) foram algumas das cidades que conheci.

Trio elétrico de Ivetinha, no carnaval de 2010

Beyoncé no Parque de Exposições, em Salvador

Eu e o Rei Roberto Carlos

Conhecer o famoso carnaval de Salvador com todos seus artistas e todo seu axé, assistir uma MAXI produção no show da Beyoncé e por fim, ter o prazer de conhecer o REI ROBERTO CARLOS transformou minha estadia na cidade numa experiência inesquecível.

Renato Guimarães, André Victoria, Rose Loff, Sandra Haas, eu e Alan Nogueira

A galera depois do mergulho no mar soteropolitano

Cristina Mendonça e sua mãe, depois do show do Rei Roberto Carlos, no Estádio de Pituaçu
Paulinho e Maria, nossos companheiros de churrasco, farofa, moqueca, praia, dominó e cerveja

E para fechar o post, a saudade dos grandes amigos que a gente faz por onde passa e não pode trazer na mala com a gente. Cada conversa, cada ajuda, cada risada, cada cerveja, cada churrasco, cada passeio,  vale muito mais do que qualquer um possa imaginar. Muitas saudades de vocês!
Visitem Salvador, é incrível!
É isso,
Beijos para LL
Lídia! :)
PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Have a Nice Trip! | Jericoacora

Existem poucos lugares que podemos chamar de “um pedacinho do céu na terra” Jericoacoara sem dúvida é um deles, apresento pra vocês esse lugar mágico, paisagem espetacular, pessoas maravilhosas um lugar que nunca vou esquecer.

Foto: Cleison Silva


Conheci esse paraíso em 2007 e os dias foram assim…


Durante o dia: Passeios (Pedra Furada, Lagoa Azul, Lagoa do Paraíso e Tatajuba).


Final da Tarde:
Subir a Duna para ver o melhor pôr do sol, a energia é inexplicável.

Foto: Cleison Silva

Noite: Curtir um forrózinho e olhar as estrelas (fico devendo a foto do forró…rsrs)

Foto: Cleison Silva

Madrugada: Comer um pão de coco, pão de queijo na padaria Santo Antônio.

Dicas:

Onde se hospedar:
www.hihostel.com (sempre que viajo opto por ficar em hostel, econômico e uma ótima oportunidade de conhecer gente do mundo todo.)
www.mosquitoblue.com.br (O melhor hotel de Jeri, minha tia já se hospedou lá e adorou, gente ricah é outra coisa.)

Como chegar:
Fica a 300km de fortaleza, aeroporto de Fortaleza peguei um ônibus até Jijoca e depois uma Jardineira até Jeri. Fiz esse trajeto a noite, juro, nunca vi tantas estrelas no céu.

O que / onde comer:
Bistrogonof – fica bem perto da rua principal, fácil de achar, comida muito boa e ótimo atendimento.
Não lembro o nome dos outros lugares, mas lembro que comi muito peixe e tapioca.

Vocês conhecem esse paraíso? ou gostariam de conhecer?

PS: Um agradecimento especial ao meu grande amigo e excelente Fotografo que permitiu usar algumas de suas imagens. Cleison Silva (www.csfotografia.com.br)

Beijokas, Lívia

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida