Posts in "testei"

Pinacoteca e as esculturas de Ron Mueck

Oiê,
depois de muita paciência, espera, mas em clima de emenda de feriado acabei encarando aproximadamente 2h40 minutos de fila na Pinacoteca de São Paulo, para conferir de pertinho as obras do australiano Ron Mueck. Não conhecia o artista, mas já tinha ouvido falar, ainda quando as obras estavam no Rio de Janeiro, e aguardava curiosa para conferir todos os detalhes que a mídia vinha divulgando.

006

No total são 9 obras, dispostas em salas… A exposição é pequena, mas rica em detalhes.
O cara é fera! Fiquei impressionada com a perfeição, dos detalhes minuciosos, da expressão dos personagens, das escalas que vão de algo pequenino até instalações gigantes que preenchem um hall inteiro da Pinacoteca, como essa fotinho aí de baixo.

005

O público fica insano com a perfeição e o tamanho das obras =O

003

0099

Hiper realismo: vovô olhando pra nós!

Bom… ficar na fila ninguém merece!
Confesso que conhecer a Pinacoteca de todos os ângulos vale muito a pena, ela é lindona! E na companhia do Parque do Jardim da Luz, que fica do ladinho da Pinacoteca, vale a pena esperar…

002

Fila extensa, mas o parque ao redor dá uma aliviada no clima…

011

010

008

Fila de espera: 2h40 para conferir de perto todos os detalhes da obra do artista.

Com apenas R$ 6,00 (inteira), é possível contemplar as 9 obras do artistas, conhecer o arcervo, descansar pelos corredores, admirar a arquitetura e ainda tirar uns selfies, rs… Caso não queira ficar na fila quilométrica, na mesma região existem outros pontos turísticos super bacanas: Parque Jardim da Luz, Museu da Língua Portuguesa, Estação da Luz… Super recomendo para quem quiser fazer um passeio cultural!

Lembrando que na Pinacoteca, todas as quintas-feiras a entrada é gratuita e o funcionamento vai até as 22h. =)

009

 Fica a dica =)

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Passo-a-passo: CD velho x Bolacha para copos

Olá!
Quem foi da época dos disquetes, consegue compreender que os CDs e os DVDs  estão indo para o mesmo caminho: lixo!

0005

Disquetes e o Zip na década de 80 era sucesso, hoje são sucatas!

No mundo da tecnologia, o tempo útil das coisas tem vida curta e quando a gente menos espera aparece um aparelhinho novo, e aí tudo aquilo que a achávamos um ahaso, acaba tornando-se obsoleto, e o destino é sempre o mesmo: sucata!

Zapeando a Internet, encontrei um tutorial gringo que ensinava como transformar os CDs/DVDs velhos em algo que você pode usar na sua cozinha, servindo como descanso de panela ou aquelas bolachas de copo, sabe? Pra quem é mais experiente e pegou a época do disco de vinil, esses podem virar os sousplat(conhecido popularmente como jogo americano)!

Achei super válida a ideia e resolvi arriscar o passo-a-passo e compartilho com vcs!

002

Você vai precisar de:

  • tecidos coloridos;
  • manta acrílica ou espumas;
  • papel cartão;
  • cola universal e cola de tecido (geralmente vende nas lojas de artesanato);
  • tesoura;
  • CDs, DVDs ou disco de vinil velhos;
  • viés para o acabamento.

Mão na massa:

1. Corte a manta acrílica com o mesmo diâmetro e cole sobre o CD (a manta serve para fechar o buraco no centro do CD e para deixar o porta-copos com a expessura fofinha);

2. Escolha um tecido bem colorido, com uma textura bem bacana, deixe aproximadamente 1 cm de borda para dar o acabamento e cole sobre o CD;

3. Com a tesoura ou estilete, faça “pics” ao redor, para facilitar o acabamento;

4. Use a cola universal para colocar as bordas (a cola branca não funciona).

003

Pronto! O lado A está ok:

004

Lado B: você vai precisar de uma base de papel cartão com a mesma medida do CD. Repita o mesmo procedimento, selecionando um tecido que combine com a parte A;

005

 001

Com a cola universal, junte as duas bases:

006

Com o viés faça o acabamento nas laterais:

007

Existem diversas cores para o viés, geralmente são vendidas por metro em papelarias ou casas de aviamentos/armarinhos.

Pronto!
Reutilizamos e transformamos algo que provavelmente iria para o lixo! =)

008

009

um bjo

Lidiani
PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Visita à Lush em São Paulo

Conhecer lugares e descobrir produtos novos sempre trazem novas experiências. A queridah Lívia já fez alguns posts dos produtos da Lush, e sempre fez comentários positivos a respeito. Ela já falou dos shampoos sólidos e do esfoliante facial quem quiser conferir, basta clicar sobre os temas!

Com uma loja instalada no centro de São Paulo (Rua da Consolação, 3459), fui conferir de pertinho os produtos e confesso que não aguentei e fiz uma aquisição $$$, conto pra vcs os detalhes. ;)
A Lush é uma marca inglesa com um conceito bem interessante, onde eles se propõem a fabricar cosméticos à mão! Num processo artesanal, com consciência sustentável e com o mínimo possível de conservantes nas composições de seus produtos.

005

Entrada da loja em São Paulo.

002

A loja é uma graça. O atendimento é todo personalizado, com profissionais super treinados e o mais legal é que não encontrei nenhum de mal humor. Pra todas as minhas dúvidas e curiosidades eles foram super atenciosos fazendo demostrações e permitindo que eu cheirasse e experimentasse todos os produtos.

007

008

009

Em toda loja existe amostras disponíveis para testes!

006

Dá pra cheirar e experimentar todos.

001

Demonstração do shampoo em barra!

Dá vontade de levar todos os produtos para casa. Uma variedade de formas (doces, frutas, queijos), cores e cheiros, estrategicamente para instigar os prazeres pelo olfato e o tato.

E é claro, que não são todos os cheiros que me agradaram, mas tem gosto e bolso para todo mundo. Os preços variam, levando em conta que eles não fazem testes em animais, e que os ingredientes são testados com o uso mínimo de conservantes… Eu adquiri um shampoo em barra por R$ 42,00, pelo custo benefício não achei um absurdo de caro. Primeiro que ele tem um cheiro bem agradável, prático (formato de um sabonete) e me garantiram de 34 a 40 lavagens…

011

Shampoo em barra que adquiri – super cheiroso, com alegrim e hortelã na composição.

010

003

Design de embalagem super fofo.

012

Vale a pena fazer uma visita! Conhecer, experimentar não custa nada, super indico.

Ah… já ia me esquecendo, eles possuem uma área de fracionamento, que consiste em amostras grátis de produtos de lançamento e para a alegria de todo consumidor, quando o cliente compra algum tipo de produto, eles oferecem amostras pra você levar pra sua casa, usar e testar (estratégia inteligente de marketing).

004

Mais informações:

www.lush.com.br
Rua da Consolação, 3459
(11) 3052-1739
jardins@lush.com.br

 

Fica a dica!
bjo

Lidiani
PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Passo-a-passo: Porta-treco de rolo de papel higiênico

Oiê!

Quem acompanha o blog sabe que quando dá, a gente compartilha as coisinhas que testamos. Hoje vou tentar passar o passo-a-passo de um porta-treco que acabou dando super certo!

Quase todas as embalagens que usamos vira lixo! Fato!
Sabe aquele rolo de papel higiênico que quando acaba vai pro lixo?
Eu peguei aqueles que tem nas empresas, o diâmetro do rolo é maior, mas saibam que dá pra fazer com qualquer rolo de papelão, reciclagem sempre é reciclagem e a natureza agradece! Rá!

002

Rolo de papel higiênico pode virar um porta-treco!

Você vai precisar de:

  • tecidos coloridos (100% algodão);
  • cola branca;
  • pincel para espalhar a cola;
  • tesoura;
  • rolo de papelão usado

1) Selecione 2 estampas de tecidos para compor o porta treco.
Dica: Tente optar pelas cores vivas. Uma para compor o forro interno e outra para a parte externa. Para que você consiga um bom acabamento, o tecido precisa ser 100% de algodão na sua composição.

003

Dica: a parte interna lisa e o lado externo com estampa combinam! ;)

2) Com a ajuda de um pincel, passe a cola em toda a parte interna do rolo de papelão.
Dica: Não exagere na quantidade de cola, o tecido é bem fininho e não suporta tantas camadas de cola.

004

3) Delicadamente envolva o tecido na parte interna do rolo.

005

4) Para dar o acabamento nas bordas, faça cortes ao redor das extremidades como na foto. Repita o acabamento nos dois lados.

007

009

5) Para a base, passe um pouco de cola nas extremidades e repita os cortes nas extremidades para o acabamento.

80

80

6) Com a segunda estampa de tecido, passe um pouco de cola nas pontas para evitar que desfie.

80 copy

7) Envolva por toda extensão o tecido.

80 copy

8) Na parte de baixo com o auxilio de uma tesoura, recorte bem rente para dar o acabamento!

0

9) Pronto! Divirta com a infinidade de cores e combinações.

001

 

Fica a dica! ;)
um bjo

Lidiani

 

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Delineador retrátil para lábios – incolor

Oiê,
Definitivamente eu não sou a melhor queridah para falar de maquiagem. Confesso que tenho muitas dúvidas e com a infinidade de produtos, marcas e funcionalidades, há muito o que aprender.

Mas, com a ajuda das minhas Queridahsamigas Lídia e Lívia descobrimos mais uma juntas! Conto pra vocês…

Encontrei nessas promoções ahasadoras da marca Avon #adoro, um delineador retrátil para os lábios INCOLOR!
INCOLOR? … Mesmo não sabendo a funcionalidade decidi levar pra casa (promoção – R$ 7,00).

002

As meninas me ajudaram a desvendar o segredo e resolvi fazer o teste:
Sabe aquela infinidade de cores de batons que a gente tem em casa? Pra todas as cores deveria existir um contorno labial pra dar um acabamento digno de uma boca bem delineada, ok?!
Logo, seria justo um delineador vermelho, vermelho escuro, vermelho claro, rosa, pink e por aí vai… e é aí que entra o INCOLOR!

001

O delineador sem cor funciona para todas as cores, pois ele é neutro. A função é a mesma de qualquer outro delineador labial, contornar (impermeabilizar ao redor do boca) obtendo um acabamento bem desenhado, deixando a boca ahasadora! #smack

Considerei o produto bem funcional e com a opção retrátil, não precisa de apondador! Curti!

Fica a dica!
um bjo

Lidiani
PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida