Posts in "bichos"

Boas Novas 2

Olá #minhazamiga, como estão?

Decidi chamar esse post de “Post Oficial de Final de Ano”. Ele me ajudará agradecer a todos que fazem parte da minha vida e me ajudaram nesse 2012.

#Hein?
Lídia explica #minhazamiga: essa semana estava passeando com meus cachorros (Costela e Gigi), e descobri uma coisa MARAVILHOSA! A Gigi I ganhou um lar!
Lídia exemplifica #minhazamiga: no post do dia 23 de abril desse ano contei a história de 3 cachorros que estavam abandonados aqui no Bairro Alto, em Curitiba.
Tentei ajuda de todos para conseguir recolhê-los, mas não consegui. Esta Gigi estava prenha e depois de alguns dias por perto da minha casa, ela desapareceu. Fiquei muito triste e com um baita remorso de não tê-la colocado para dentro de casa.
Tempos depois outra cachorra perdida apareceu na garagem da minha casa, bem pequena e toda molhada. Decidimos adotá-la, e em homenagem a outra cachorrinha que não conseguimos ajudar, essa pequena se chama Gigi.
A notícia é: a primeira Gigi está VIVAAAAAA e ganhou um lar! Ela teve os filhotes mas infelizmente todos morreram. Os vizinhos do bairro a castraram e hoje ela mora com uma família bacana, e tem um parceiro canino chamado Totó. Ahhhh esqueci de dizer, agora ela se chama Neguinha.

Vejam só como ela está lindonaaaaaaaaaaaaaa!

Gigi, agora Neguinha. Toda alegre e lindona!

Então nada melhor do que agradecer a todos que estão comigo, me ouvindo falar de cachorro todos os dias, correndo atrás de tantas coisas para ajudar esse bichos todos do mundo que só podem contar com quem tem amor no coração e muita coragem!
Lembro também que esse ano conseguimos achar lares para os filhotinhos da história desse post aqui, e desse outro aqui, e conseguimos uma ajuda DIVINA da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba para outros filhotinhos que foram abandonados dentro de um saco plástico essa semana, aqui no Bairro Alto também.
Obrigada a todos que nos ajudaram a compartilhar essas histórias.

Obrigada a Dona Iracema, que resgatou os filhotinhos abandonados em um saco plástico e resolveu ajudá-los!

Um obrigada especial para a Anna Simas, jornalista e blogueira responsável pelo Blog Animal, com quem eu divido essas loucuras todas sobre os bichos, e também para todo o pessoal da Clínica Veterinária Nossa Senhora da Luz que me ajudou a achar lares para algumas dessas figurinhas:
Filhotinhos abandonados em julho, no Bairro Alto

Filhotinhos abandonados em 24 de julho de 2012, em Curitiba

Filhotinhos abandonados dentro de um saco plástico, em 17 de dezembro de 2012, no Bairro Alto. 

UM BEIJO ENORME PARA TODOS VOCÊS! 
#OBRIGADA
Lídia
PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Abandonar bicho virou moda?

Defina: #CHATIADA


Sim #minhazamiga, estou #chatiada de verdade! O caso é o seguinte: depois do maravilhoso sábado no qual todos os filhotes foram adotados (se você não conhece a história, clique aqui) recebi diversas ligações de pessoas querendo saber se algum deles ainda estava disponível para adoção.

Mas na última terça-feira (24), Ana Paula Corssini me ligou muito preocupada pois havia achado na frente da sua casa uma caixa com três filhotinhos de cachorro. Sério, pode até parecer que eu vivo em outro mundo, porque afinal de contas eu sei que existem milhões de bichos abandonados precisando de ajuda, comida e etc., mas me falem… VIROU MODA ABANDONAR BICHO? Qual é a parte do significado da palavra C.R.I.M.E essas pessoas não entendem?

Desculpem mas sinceramente, quero que queimem no inferno esses ‘abandonadores’ de bicho! E agora… depois do desabafo, é hora de ajudar! Que tal me ajudarem a compartilhar? #muitoamorporvocês


Vamos conhecer os três peludos:

Os peludos – Foto: Ana Paula Corssini

Foto: Ana Paula Corssini
Foto: Ana Paula Corssini

Foto: Ana Paula Corssini

Foto: Ana Paula Corssini

Foto: Ana Paula Corssini

Foto: Ana Paula Corssini



Faço questão de lembrar que ABANDONO DE ANIMAIS é considerado CRIME. E que a CASTRAÇÃO é muito importante para o controle da superpopulação de animais que existe hoje em dia.

Para quem quiser entrar em contato e obter mais informações sobre os cachorrinhos:

Ana Paula Corssini
anacorssini@hotmail.com
(41) 8868-8202

É isso,
Beijos para LL
Lídia =)

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Boas novas!

Filhotes abandonados

 Essa última semana que passou não escrevi no blog! A situação era complicada: seis filhotes de cachorro abandonados aqui perto de casa. Lidi fez um post sobre isso na sexta-feira.

O caso é, #comolidar?

Passando o ódio e a vontade de matar o grande filho da (:&53#^*£ que fez isso você tem duas opções: cuidar dos bichos ou ir para casa e tentar esquecer que deixou eles por lá.

Não é fácil #minhazamiga! Foi uma semana doida, confusa, cheia de agonia. Muitos amigos me ajudaram a compartilhar as informações sobre a adoção dos filhotes e eu agradeço a todos eles! Porque com a ajuda deles, no último sábado, os cinco filhotes ganharam um novo lar! E cinco filhotes porque uma pequena não resistiu e morreu!

Se eu faria tudo de novo? Juro que não sei! Ainda estou zonza com tudo isso! Mas desejo todos os dias que as famílias amem os bichinhos, porque eles são guerreiros de uma guerra de ignorância e desamor.

Com isso acho importante ressaltar que a castração é essencial para que evitemos mais casos de abandono e da superpopulação de bichos nesse mundo!

E também parabenizar todas as pessoas que ajudam e protegem os bichos. A gente só entende isso quando vive, acreditem.

Um beijo grande no coração da veterinária Márcia Tckaz, e todo o pessoal da clínica! Sucesso sempre para vocês que são tão fantásticos!

Um beijo para todos e uma semana fantástica!

E uma dica essencial: no dia em que for doar os filhotes, NÃO faça como eu. Use máscara de cílios à prova d’água! Porque a emoção é garantida e o chororô é certo! Assim você não fica com a cara toda borrada!

Beijos para LL,
Lídia :)

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Uma desventura canina

Há quase um mês vivo uma experiência nova: como ajudar animais abandonados. Digo que a tarefa é árdua, que exige esforço, paciência e amor, e que infelizmente conta apenas com o bom coração das pessoas que se solidarizam.

Grupo P3

Essas três figurinhas apareceram na frente de casa há mais ou menos um mês. Apelidei-os de “Grupo P3” (três vira-latas pretinhos). São dois machos e uma fêmea. Eles são dóceis, e andam sempre unidos.

Tenho um cachorro chamado Costela, e quando vamos sair para passear, o Grupo P3 nos acompanha. Como uma bela apaixonada por bichos que sou, comecei a procurar alternativas para o grupo, uma vez que não conseguiria adotar os três.

Comecei procurando ajuda em uma associação aqui de Curitiba, para a qual eu e Lidiani desenhamos algumas estampas de camiseta e depois algumas outras associações e a Prefeitura de Curitiba, vejam as respostas:

Associação Amigo Animal
Lídia, o caminho atual é castrar (recomendamos Dra. Paola 3373-6263, veterinária mais em conta) e doar pelos sites www.adotebicho.com.br e  www.caopanheirocuritiba.com.br.
Abs, Marcelo.

Clínica veterinária onde levo o Costela
“Lídia, a forma como podemos ajudar é através da feira de doação que possuimos aos sabados. Dentro do nosso site no tópico feira de doação tem todas as normas descritas, caso se encaixe dentro destas normas vc pode usufruir desta feira.
Abraços, Adriana”

Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba

“LIDIA, A SPAC ESTA SUPERLOTADA, ASSIM COMO AS OUTRAS ONGS DE ANIMAIS. ATUALMENTE SÓ PRIORIZAMOS CASOS DE EMERGENCIA (ATROPELAMENTOS E MAUS TRATOS GRAVES). TENTE DOAR EM SITES DE ADOÇÃO  WWW.CAOPANHEIROCURITIBA.COM.BR OU NO FACEBOOK DA SPAC, ESTÁ COMO SOCIEDADE PROTETORA DOS ANIMAIS DE CURITIBA.
ATT, BETI ”

Prefeitura de Curitiba

“Caro(a) Lídia Gomes Bezerra da Silva. Segue a resposta do administrador do sistema ao seu contato:

Prezado Sr.(a), No momento a Prefeitura de Curitiba /Rede de Defesa e Proteção Animal não possui nenhum local apropriado para recolher e cuidar destes animais, está em projeto futuro para construção de um Centro com objetivo de atender estas demandas. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) era responsável por isso antigamente, mas atualmente só recolhe animais que oferecem risco à saúde e à segurança das pessoas. O senhor (a) pode entrar em contato com alguma ONG para que auxiliem nesta situação. Entre no nosso sitewww.protecaoanimal.curitiba.pr.gov.br e clique no link ?ADOÇÃO? para conhecer algumas ONGs parceiras. Ressalta-se que estas ONGs não recolhem animais, mas disponibilizam espaços p/ fotos nos seus sites ou possibilitam que estes participem de eventos de doação. Conclamamos a população para mudanças de comportamento visando a educação para a guarda responsável, saiba mais através do nosso site (veja a cartilha e os folders virtuais) e nos ajude a divulgar. Atenciosamente, Rede de Defesa e Proteção Animal.
Atenciosamente,
Rede de Defesa e Proteção Animal da Cidade de Curitiba
www.protecaoanimal.curitiba.pr.gov.br”

Depois disso, coloquei um álbum de fotos do Grupo P3 no meu perfil do Facebook e pedi para meus amigos compartilharem e espalhassem a notícia da possibilidade de adoção de uma dessas três figuras caninas.

Meu próximo passo é conversar com a veterinária do Costela para castrar a Gigi (sim, já dei um nome para ela, rs), porque daqui a pouco a cachorrada pode aumentar. Teremos além de 3 adultos, mais alguns filhotes para doação.

E pronto. Infelizmente é só isso que eu, assim como qualquer outra pessoa, consegue fazer. Não há lei ou estatuto ou campanhas de conscientização sobre o controle da natalidade dos bichos.  As ações do Estado estão muito aquém da população de bichos abandonados por aí.

Conversando com alguns moradores do Bairro Alto (onde moro), descobri é muito comum as pessoas abandonarem bichos por aqui, principalmente de madrugada, quando ninguém vê.

Segue aqui um link para leitura de um “Documento sobre denúncia de maus-tratos ou crueldade contra animais.”

E peço, se alguém souber de uma maneira melhor para agir nesses casos ou se houver interesse em adotar um dos “Pês”, por favor entre em contato com o Fala, Queridah! O Grupo P3 agradece, e muito! :)

Bicho é tudo de bom! :)

É isso,
Beijos para LL
Lídia! :)

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida

Ana ama gatos :)

Puxa, amei o post da Lidi e da Lídia sobre os amigos dogs delas! Não resisti! Quero falar do meus filhos pets também.

Sim, são gatos, 2, um menino e uma menina.

A mais velha tem cerca de 3 anos (nunca se sabe ao certo quando se tratar de adotivos). A Tuka veio de um abrigo de animais abandonados: Beco da Esperança (http://www.becodaesperanca.org/), foi Fábio Eugênio, meu marido quem escolheu, ou foi escolhido por ela. Ela era pequenininha e com pêlo curto… cresceu e os pêlos tornaram-se longos e abundantes!

O caçula é o Mano Fumaça. Ele apanhou muito de uma criança e uma veterinária recolheu da dona e deixou para adoção.

Era bem pequenininho e logo a Tuka assumiu o papel da irmã mais velha!

Preciso dizer que são muito dóceis, carinhosos e companheiros! Sedutores, sim, como bons felinos, mas não são traidores e nem trazem mal agouro como muita gente pensa! São quase como cães…kkkk. A grande vantagem é a independência e o fazer as necessidades fisiológicas na caixinha de areia sempre.

E, por mais que a gente crie trate igual, eles são bem diferentes.

Fumaça é mais bagunceiro, Corinthiano (para meus desespero) e adora fazer pose para fotos.
Tuka é mais companheira, São Paulina Pó de Arroz e adora colo… principalmente do Fábio!

Me sinto melhor depois que eles chegaram… eu que nunca tive animais de estimação na infância, sou apaixonada pelos meus filhos gatos.

Adoro vê-los juntos! Não são muito fofos ??

Nos falamos na sequência…
Bjs,
Ana

PUBLICIDADE Princess Magical Run - Inscreva-se nessa corrida